COMO MONTAR UMA ESTRATÉGIA DE MARKETING PARA REDES SOCIAIS?

Redes sociais são facilitadores de conexões sociais entre pessoas, grupos ou organizações que compartilham dos mesmos valores ou interesses, interagindo entre si. Esse conceito foi ampliado com a Internet e a criação das mídias sociais.


Antes de representar tudo o que conhecemos hoje, redes sociais significava simplesmente um grupo de pessoas relacionadas entre si.



Pense nos grupos de amigos que você tem, sejam eles da faculdade, do trabalho ou mesmo sua família. Cada um desses grupos é uma rede social que você tem.

Parece pouco perto de como vemos as redes sociais atualmente, não é mesmo?

No entanto, essa premissa continua viva dentro das mídias que utilizamos atualmente.


Afinal, a principal função de uma rede social é conectar pessoas dentro do mundo virtual, seja para construir novas conexões sociais ou apenas manter já existentes.


É inegável o sucesso obtido pelas redes sociais que conhecemos, como Facebook e WhatsApp. Dificilmente conseguimos pensar nossas interações sociais sem a presença delas e isso mostra a força dessas plataformas, que tomam conta do mundo como conhecemos.


Enquanto para usuários comuns as redes sociais são plataformas focadas em criar conexões e se manter perto de pessoas conhecidas, para as empresas, há perspectiva estratégica.

Estar nessas plataformas é praticamente uma obrigação desde que a transformação digital se tornou realidade. A razão para isso é simples: os consumidores estão nelas.


Assim, ter uma página em redes sociais é se fazer presente e, por meio dos recursos possíveis, comunicar-se e manter um relacionamento com o público.

Há muitos benefícios em ter presença ativa em páginas como Facebook, Instagram, entre outras.


Redes sociais têm diferentes propostas, e é isso que faz delas tão interessantes. Há opções para todos os gostos de usuários e, consequentemente, para todos os segmentos de mercado.

Toda empresa pode se posicionar nessas plataformas, criar relacionamento com o público e oferecer conteúdo regularmente, basta saber qual é a rede social certa.

Há, basicamente, quatro tipos atualmente: relacionamento, entretenimento, network e de nicho.


Chegou a hora de entender como isso pode ser implementado em sua estratégia.


Então vamos lá:


Como escolher uma rede social para sua empresa?

Imagino que você já saiba da importância de investir em redes sociais. No entanto, uma pergunta pode estar pairando por sua cabeça: como escolher uma rede social para sua empresa?

Você provavelmente já escutou que o Facebook é essencial para sua empresa, ou que para mostrar produtos o Instagram é o melhor, ou se você quer um público mais profissional invista no LinkedIn. Será que as coisas são tão simples assim?

Vou contar alguns passos essenciais para você ser certeiro em suas escolha:



1. Estude cada rede social

Você já está no caminho certo após tudo que leu por aqui. Mas desafio você a ir mais além! Só assim você vai saber o que é o melhor para você. Leia os links sugeridos, leia os ebooks e procure por outras referências.

Dessa maneira você vai conseguir entender as funcionalidades de cada plataforma, como investir nela e quais dos seus benefícios conversarão melhor com seus objetivos com seu investimento em mídias sociais.


2. Conheça sua persona

1. Quem é seu público?

2. Quais são os hábitos deles online?

3. Em quais mídias sociais eles estão presentes?

4. Como eles utilizam essas redes?


Para escolher bem em quais redes investir seus esforços, você deve conseguir responder essas perguntas.

Sua persona é o guia de sua estratégia, e cada informação sobre elas é um insight importantíssimo.

Aprenda mais como conhecer, entender e criar sua persona com este conteúdo sobre o tema.


3. Analise sua concorrência

Sim, você precisa saber o que as marcas que concorrem por seu consumidor estão fazendo. Em quais redes sociais elas estão? Elas fazem um bom trabalho?

A intenção aqui é fazer uma análise crítica da presença de outras marcas, e claro, sempre tentar fazer melhor e se diferenciar do que já existe.


4. Pense na logística

De nada adianta você ter um canal no Youtube se você não tem como manter uma frequência de postagens frequente ou os recursos necessários para que seus vídeos tenham qualidade.

Aqui eu sigo a máxima: faça o que você pode com o que você tem e onde você está.

Gerencie seus esforços naquilo que você consegue fazer bem e tenha foco.

Com certeza você precisa levar em conta várias outras variáveis para escolher a rede social que mais vai trazer resultados para sua empresa.


Espero que tenha gostado das dicas de hoje, e se você tem uma empresa, um escritório ou se você é um profissional da área da saúde e quer mais resultados nas redes sociais, quer melhorar a gestão do seu negócio, quer vender mais ou quer simplesmente aprender mais sobre Empreendedorismo, Gestão, Marketing Digital, Branding e Organização Pessoal, tanto aqui no meu blog quanto no meu instagram e no meu canal do YouTube eu posto todos os dias alguma dica bem bacana como essa que você acabou de ler.


Mas se você não encontrar o que deseja, pode me mandar uma mensagem clicando aqui que eu farei questão de produzir um texto e um vídeo bem bacana para te ajudar.


#giulianomartini #gestaoemsaude #gestaodenegocios #mentoriadenegocios #socialmedia #perfilestrategico #planejamentopessoal #mktdigital #business #midiassociais #redessociais #estrategia #sn10

0 visualização0 comentário