DOR CIÁTICA (CIATALGIA): O QUE É, CAUSA, SINTOMAS E TRATAMENTOS

O que é ciática?

A ciática ou ciatalgia refere-se a uma dor que irradia ao longo do trajeto do nervo ciático. Este nervo, responsável pela sensibilidade e controlo de diversos músculos dos membros, dirige-se desde a parte inferior da coluna até à perna e pé. Em geral, a ciática afeta apenas um dos lados do corpo, podendo acompanhar-se de sensações como perna dormente ou formigueiros, designados por parestesias. Habitualmente, a ciática está associada à hérnia discal, uma saliência dos discos intervertebrais (articulações entre as vértebras que permitem a mobilidade e absorvem os choques e cargas), que ao comprimir as raízes do nervo provoca uma inflamação e, consequentemente, os sintomas acompanhantes. Embora a dor possa ser severa, na maioria dos casos há resolução dos sintomas em poucas semanas sem necessidade de cirurgia. Apenas situações de perda significativa da força muscular ou alterações urinárias e intestinais serão candidatas definitivas a cirurgia.


Causas da dor ciática Na maioria das vezes, a ciática ocorre por uma compressão das raízes do nervo ciático, provocada por uma hérnia discal (ou hérnia de disco) ou um esporão ósseo (osteófito ou “bico de papagaio”). Entre a 4ª e 5ª vértebras lombares e entre a 5ª vértebra lombar e a 1ª vértebra do sacro, emergem os nervos L5 e S1 que, ao juntarem-se, formam o nervo ciático (veja imagem superior). Assim, havendo uma compressão de uma destas raízes desencadeia-se uma inflamação e, consequentemente, uma dor, ciática ou ciatalgia, que irradia ao longo do trajeto do nervo ciático pela face lateral ou posterior da perna até ao pé. Outras causas de ciática são compressões do nervo ao longo do membro inferior por anomalias musculares (como o síndrome do piriforme), tumores ou alterações inflamatórias. Certas situações poderão produzir sintomas semelhantes, como a diabetes, artrose, ou alterações inflamatórias articulares (como a sacroiliite). Na gravidez pode haver compressão do nervo diretamente ou de forma indireta por aumento da retenção de líquidos com edema associado. Sintomas e diagnóstico na ciática O diagnóstico é realizado, habitualmente, pelo médico ortopedista (especialista em ortopedia), com base na clínica e exames auxiliares de diagnóstico. Embora a dor de costas seja frequente (daí também a designação de lombociatalgia), a ciática é tipicamente caracterizada por uma dor distal afetando apenas um lado, perna direita ou perna esquerda. A dor estende-se desde a região lombar, passando pela nádega, face posterior e/ou lateral da coxa e, obrigatoriamente, abaixo do joelho, pela perna e pé. A intensidade da dor é variável, podendo ir desde um simples incómodo até uma dor aguda, profunda e incapacitante. Tossir, fazer esforços, permanecer sentado por períodos prolongados podem agravar as queixas. Frequentemente são referidos adormecimento, formigamento, choque, sensação de diminuição da força ou “perna presa”. No exame clínico são pesquisados a tensão do nervo, as alterações de sensibilidade, força muscular e reflexos tendinosos. Em casos excepcionais poderão ocorrer descontrole da bexiga e intestino, sinais de alarme que necessitam intervenção urgente. Embora o RX faça parte do estudo da dor de costas ou dos membros, e possa mostrar alterações degenerativas do envelhecimento, não é possível visualizar a hérnia discal neste exame. O exame ideal para o diagnóstico é a Ressonância Magnética (RMN) da coluna, ou em alternativa a Tomografia Axial Computorizada (TAC) da coluna. Em alguns casos pode ser útil o estudo da condução nervosa e Eletromiografia (EMG). Como aliviar a dor ciática? A ciática é habitualmente auto limitada, ou seja, resolve-se espontaneamente em alguns dias ou semanas com a Fisioterapia. O descanso por tempo limitado pode ser necessário, mas deve ser evitado por período prolongado. Restringir a atividade física, especialmente movimentos de flexão e transporte de pesos e fazer medicação analgésica serão, por norma, suficientes. Técnicas de relaxamento, exercício para fortalecimento dos músculos das costas e abdominais, alongamentos, caminhadas, pilates e ioga, são exercícios recomendados, juntamente com a Fisioterapia, que podem ajudar a aliviar os sintomas e prevenir novos episódios. Dor ciática tem cura? Em mais de 90% dos casos associados a hérnia discal a ciática aguda regride ao fim de 4 a 6 semanas com Fisioterapia Especializada, podendo a hérnia desaparecer com o tempo. Na fase inicial deve ser tentado um tratamento conservador, não cirúrgico, e apenas em casos excepcionais se poderá ter que recorrer à cirurgia. Saiba, de seguida, como tratar a ciática. Tratamento da dor ciática As medidas conservadoras, não cirúrgicas, resultam na maioria dos casos, não sendo necessário o recurso a cirurgia. A Fisioterapia Especializada associada a exercícios tem excelentes resultados. Mas o importante é tratar a CAUSA e não apenas os sintomas.

A cirurgia  (ou operação) só está indicada em caso de persistência, recorrência ou agravamento de sintomas após pelo menos 6 semanas de tratamento conservador, ou em pacientes que se apresentam inicialmente com dor não controlada, alterações neurológicas significativas ou disfunção urinária ou intestinal. O cirurgião retira a hérnia discal ou o esporão ósseo que exerce pressão sobre o nervo. Quando bem indicada, a cirurgia é eficaz, com uma baixa taxa de complicações, podendo atualmente ser realizada por métodos minimamente invasivos. Como prevenir a dor ciática? Não é possível prevenir por completo o aparecimento ou reaparecimento da ciática, mas algumas medidas de proteção da coluna poderão ser eficazes:

  • Exercício regular - fortalecer os músculos posturais (também designados por core), lombares e abdominais, para manter uma postura adequada, sem esforço. A flexibilidade é importante para prevenir lesões das costas;

  • Postura adequada ao sentar - escolher cadeiras com bom suporte lombar e altura apropriada;

  • Dormirum período de sono correto (7-8 horas) é essencial para descansar a coluna e rehidratar os discos vertebrais. O colchão e almofada não têm influência na prevenção da ciática, mas devem preferir-se modelos mais rígidos, sem excesso.

  • Mecânica corporal adequada - evitar períodos prolongados em pé ou sentado. Levantar objetos com a ajuda das pernas, evitando forçar a coluna lombar. Manter a carga junto do corpo.


ATENÇÃO

Se você tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!

No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores.

Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.

Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.

Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!

#drgiulianomartins, #onefisioterapia, #crossfisio, #metodologiaone, #fibromialgia, #pilates, #quiropraxia, #fisioterapia, #ribeiraopreto, #curitiba, #dorcronica, #doraguda, #fisioterapiaesportiva, #quiropraxiaribeiraopreto, #fisioterapiaribeiraopreto, #pilatesribeiraopreto, #quiropraxiacuritiba, #fisioterapiacuritiba, #pilatescuritiba, #crossfit, #dornopescoço, #alongamento, #cervicalgia, #cirurgiadecoluna, #herniadedisco, #artrose, #bicodepapagaio, #terapiamanual, #estenose, #ciatico

39 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate