DOR NAS COSTAS POR FUNDO EMOCIONAL: COMO EVITAR O PROBLEMA?

A pandemia de Covid-19 tornou as reclamações de dores nas costas mais frequentes. Pessoas que antes se movimentavam para ir ao trabalho e em seus afazeres diários agora passam horas a fio encurvadas em escritórios improvisados dentro do ambiente domiciliar. Sem falar na tensão acumulada.


No Reino Unido, uma pesquisa com pessoas que trabalham remotamente descobriu que 81% dos entrevistados sentiram alguma dor nas costas, pescoço ou ombro durante o período.


Para prevenir o aparecimento da problemas, os especialistas indicam alongamento e alertam para o perigo de permanecer muito tempo sentado ou deitado durante o dia.


As dores nas costas podem ser identificadas como lesões musculoesqueléticas e são mais frequentes na lombar, nos ombros e na cervical. São ocasionadas pela tensão ou contração da musculatura por muito tempo.


As dores nas costas podem ser resultado da ergonomia, da falta de atividade física ou, indiretamente, de problemas emocionais.



Ergonomia

Está relacionada à postura de um indivíduo em seu ambiente de trabalho.


Durante a pandemia, as pessoas que não possuem um lugar adequado para trabalhar em casa acabam improvisando e passando longas horas no sofá, na mesa de jantar ou mesmo na cama.


O ideal é trabalhar com o computador posicionado na altura dos olhos, para evitar que o pescoço fique inclinado para baixo ou para cima. A coluna deve estar apoiada no encosto da cadeira desde o quadril até os ombros.


Os dois pés devem estar sempre apoiados sobre o chão, paralelos.

Muitas pessoas tem o costume de se sentar sobre uma das pernas, mas isso causa um desequilíbrio que será compensado pelo corpo, podendo ocasionar um desconforto.


Falta de atividade física

O sedentarismo pode contribuir para o aparecimento de dores porque expõe a musculatura a posições nem sempre adequadas por longos períodos de tempo.


Para ter um bom fluxo sanguíneo na região, o músculo precisa tanto da contração quanto do relaxamento. Ficar muito tempo em uma mesma posição pode dificultar esse fluxo sanguíneo e causar desconforto.


O ideal é realizar atividade física pelo menos três vezes por semana, mesclando exercícios aeróbicos com movimentos para o fortalecimento da musculatura das costas.


Estresse emocional

Além da falta de exercícios e alongamento, o estresse e ansiedade podem causar tensão muscular nas costas, ombros e pescoço.


O isolamento social pode reduzir o nível de atividade física, bem como elevar os níveis de ansiedade e piorar a qualidade do sono. Todos esses fatores contribuem para o surgimento ou persistência da dor lombar.


O estresse também pode intensificar as dores já existentes, tornando-as mais incômodas.


Dicas para amenizar as dores

É possível amenizar e prevenir o aparecimento de dores nas costas com pequenas mudanças no dia a dia.

  • Faça pausas

Para evitar que o corpo fique muito tempo em uma mesma posição, é recomendado fazer pequenas pausas de alguns minutos a cada uma hora de trabalho. No home office ou estudos, a dica é não ficar sentado por mais de 40 minutos seguidos.

  • Alongue-se

É recomendado alongar diariamente pescoço, braços, tronco e pernas. Durante as pausas, é possível fazer alongamentos simples e rápidos.

Para alongar a coluna, a pessoa se levante, com os pés paralelos e com as pernas abertas acompanhando a linha do quadril. Em seguida, ela deve se curvar para a frente e para baixo com os braços esticados, fazendo com que os dedos das mãos toquem os pés.

Não é preciso forçar o movimento para, de fato, tocar os pés. Com esse movimento o importante é sentir as costas e os ombros se alongando.

  • Exercícios com cabo de vassoura

É possível movimentar a musculatura com objetos de casa. Para exercitar a musculatura dos ombros, basta pegar um cabo de vassoura e, com uma mão em cada extremidade, levantar e abaixar os braços.

Só o fato de estar mobilizando essa musculatura já é importante.


Para potencializar o exercício, ela também recomenda que a pessoa, ainda segurando com as mãos nas extremidades do cabo de vassoura, gire os braços para frente e para trás, ajudando a aliviar a tensão dos ombros.

  • Faça algo para distrair a mente

Para tentar controlar os níveis de estresse e ansiedade, os especialistas recomendam que as pessoas tenham hobbies e realizem atividades que causem prazer, independentemente de estarem relacionadas ao trabalho ou não.

É bom para a saúde mental ter um hobby e desligar para baixar a ansiedade.

  • Durma bem

Ter uma boa noite de sono é importante. Especialistas recomendam uma rotina de 6 a 8 horas de sono. A gente sabe que privação de sono e a ansiedade podem agravar episódios de dor.


Quando procurar um especialista?

Embora seja possível prevenir e até mesmo amenizar muitas dores com exercícios em casa, é preciso estar atento às dores e, caso necessário, buscar atendimento especializado para evitar que a situação se agrave.

Veja abaixo algumas situações que necessitam de acompanhamento médico:

  • reclamação de dores em crianças pequenas ou idosos;

  • dores associadas a formigamento nas mãos ou nas pernas;

  • histórico de trauma com consequente reclamação de dor;

  • pessoas em tratamento de câncer com reclamações de dor na coluna.


ATENÇÃO

Se você tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!


Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!

No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores.


Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.


Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.


Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!


#drgiulianomartins, #onefisioterapia, #crossfisio, #metodologiaone, #fibromialgia, #pilates, #quiropraxia, #fisioterapia, #dornascostas, #dornoquadril, #ribeiraopreto, #curitiba, #dorcronica, #doraguda, #fisioterapiaesportiva, #quiropraxia #estresse #emocional

3 visualizações0 comentário