GESTAÇÃO E HÉRNIA DE DISCO

Durante a gestação, a barriga da mulher pode crescer até cerca de 40cm. Esse crescimento leva a alterações na morfologia da coluna, ocorrendo, principalmente, aumento da curvatura da região lombar. Estima-se que cerca de 80% das gestantes apresentarão algum tipo de dor nas costas.



A causa da dor nas costas está na alteração da postura das mulheres, que, devido ao peso da barriga, deslocam o centro de gravidade para a frente. Essa projeção da barriga gera uma hiperlordose lombar, ou seja, um aumento na curvatura da coluna lombar. Além do desconforto, a gestante tem dificuldade para realizar diversas atividades, como levantar e sentar, permanecer por muitas horas em uma mesma posição e até dormir.


Com o passar das semanas, o centro de gravidade do corpo se desloca cada vez mais para frente. Da vigésima à vigésima oitava semanas de gestação é o período mais acometido, porém pode iniciar-se já a partir da oitava semana.


Durante a gestação, ocorre uma intensa transformação no corpo da mulher, para que esta se prepare para o momento do parto. Hormônios como a relaxina e o estrógeno, provocam uma maior frouxidão nos ligamentos da coluna e da bacia. Alterações na postura durante a gestação, através das compensações, auxiliam na manutenção da posição ereta e olhar horizontal, enquanto o crescimento do feto e o aumento do útero provocam um aumento do peso da mulher e afetam o equilíbrio do corpo. O aumento do peso é concentrado inicialmente na barriga e os músculos abdominais vão diminuindo o seu tônus pelo crescimento do útero. A lordose lombar aumenta para compensar esse peso e sobrecarrega a porção inferior da coluna. O resultado disso tudo são intensas dores na região da coluna.


Vale ressaltar que as mulheres que já apresentavam alguma história de dor nas costas antes de engravidar têm chance aumentada de sofrer com a coluna.


CUIDADOS IMPORTANTES PARA GESTANTES

As mulheres devem se atentar à sua saúde. Gestantes podem praticar exercícios físicos na gravidez, pois são uma ótima maneira de prevenir as dores nas costas, tendo em vista que estes são fundamentais para manter o peso sob controle e, além disso, fortalecem a musculatura abdominal. Mas procure praticar regularmente exercícios físicos de preferência com orientação profissional.


Lembre-se de conversar com o seu obstetra para certificar-se de que a atividade física é liberada no seu caso.


Outro cuidado importante é manter uma alimentação regulada, engordando apenas o recomendado (de 9 a 12 kg, variando de acordo com o IMC da mulher ao engravidar), afinal, quanto mais pesada a gestante estiver, maior será a sobrecarga na coluna.


Controlar os hábitos posturais diariamente, principalmente no trabalho, e dormir bem também são práticas essenciais para o bem estar da futura mamãe.


– Cuidados com a postura

A gestante deve ter alguns cuidados redobrados quando o assunto é postura. Atenção para manter a postura ereta! Ao sentar, deixe toda a coluna apoiada no encosto, deixando um ângulo de 90 graus entre o corpo e as pernas; os ombros devem sempre permanecer alinhados e relaxados, caso contrário, a grávida pode sentir dores também no pescoço.


Evitar a permanência por longos períodos na mesma posição, ainda que com a postura correta. Esse é outro fator que pode desencadear o problema. Quem trabalha muitas horas na frente do computador, deve fazer algumas pausas rápidas ao longo do dia, nem que seja apenas o tempo necessário para tomar um copo de água ou ir ao banheiro.


Lembrando que, mesmo após o parto, as dores podem continuar, devido ao esforço dedicado no cuidado com o bebê. Por isso, cuidado com a manutenção da postura ereta e evite esforços, abaixando sempre dobrando os joelhos e contraindo o abdômen. Apoie os braços ao amamentar e permaneça sentada com a coluna ereta.


– Para relaxar

Já que não se pode controlar o aumento da barriga, siga essas orientações e, quanto possível, realize alongamentos como esse: deitada de costas, flexione as duas pernas juntas, em direção ao tronco.


Mantenha-se na posição por 30 segundos e descanse por um minuto. Em seguida, repita o movimento mais duas vezes. Esse alongamento pode ser feito de manhã, antes de sair de casa, após a prática de atividades físicas ou quando sentir incômodo na região lombar. Mas, para se levantar, é preciso se virar de lado e apoiar o peso nos braços.

Fazer uma automassagem com bolinhas de tênis ou similares também ajuda a reduzir a tensão dos músculos da região.


0 visualização

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate