O QUE É EPIFISIÓLISE? PORQUE ELA CAUSA DOR MUSCULAR NA COXA EM ADOLESCENTES?

Atualizado: Ago 28

Facilmente confundida com dores musculares e ósseas, a doença acomete crianças e adolescentes na faixa dos 11 aos 14 anos.


A epifisiólise caracteriza-se pelo deslocamento do colo do fêmur em relação à epífise femoral, ou seja, é o escorregamento da cabeça do fêmur na bacia. Por ser pouco conhecida popularmente, a doença é facilmente confundida com dores musculares e ósseas.

As causas da doença ainda não foram totalmente esclarecidas. Costuma-se atribuir a epifisiólise a um desequilíbrio endócrino, microtraumas ou à obesidade. Acredita-se que o enfraquecimento da placa que une o colo com a epífise femoral é, mais frequentemente, causado pela ação de determinados hormônios.

“Alguns biótipos são mais facilmente acometidos. As crianças acima do peso ou muito magras e altas, que cresceram rapidamente, podem ter a cartilagem entre o colo e a cabeça femoral enfraquecida e, quando submetida ao estresse mecânico, podem sofrer o escorregamento lento ou agudo.

A faixa de incidência mais importante da doença é entre os 10 e 14 anos para ambos os sexos. “Como a epifisiólise ocorre com maior frequência no período pré-puberal ou puberal das crianças, as meninas acabam sendo acometidas mais precocemente, entre os 10 e 12 anos, e os meninos entre os 12 e 14 anos”.


Os sintomas mais comuns da doença são: dor na virilha que pode irradiar para a face interna da coxa até o joelho, marcha em rotação externa do membro inferior e, quanto mais acentuado o desvio da cabeça do fêmur, o paciente terá maior dificuldade na mobilidade do quadril e dor.


A manifestação da epifisiólise pode ser aguda ou insidiosa. Na primeira, a dor é muito forte e o paciente acaba tendo dificuldade para andar. Já na segunda, ocorre uma inflamação e a dor irradia para a face interna da coxa até o joelho, por isso pode ser facilmente confundida com outros quadros traumáticos do dia a dia, atrasando o diagnóstico. “A epifisiólise é uma doença progressiva, daí a importância do diagnóstico precoce. Os médicos devem ficar atentos quando o paciente for criança e estiver no período pré-puberal ou puberal, com queixa de dor no membro inferior e com certa rotação externa da perna ao andar. Nesse caso, deve-se investigar a mobilidade dos quadris.


A confirmação do diag​nóstico deve ser feita a partir de um estudo radiológico simples da bacia comparando os dois lados. Se não identificada rapidamente, a epifisiólise pode causar sérios danos na fase adulta do paciente, como a artrose no quadril e deformidades. Apesar disso, não há o perigo de a pessoa tornar-se paraplégica.


O tratamento sempre é cirúrgico. “Nos casos mais simples, é realizada a epifisiodese, cirurgia simples para a fixação de um parafuso entre a cabeça e o colo do fêmur. Já nos casos mais graves, recomenda-se uma osteotomia, em que uma parte do fêmur é retirada para permitir o reposicionamento entre a cabeça e o colo do fêmur, no interior da cavidade acetabular”. Para completar o tratamento, também é importante fazer fisioterapia e exercícios dentro da água, para resgatar os movimentos perdidos.

Alguns pontos fundamentais quando se trata de epifisiólise. Atente-se!

  • A doença ocorre no período de crescimento acelerado;

  • No início, a dor frequentemente se irradia para o joelho;

  • O exame físico, com a criança deitada, favorece o diagnóstico correto;

  • Não são necessários exames sofisticados. O exame clínico bem feito e a radiografia simples já bastam;

  • Quando o tratada nas fases iniciais do deslizamento, o prognóstico é o melhor;

  • As complicações são parte da história natural da doença, mas algumas vezes podem ser desencadeadas por manobras e intervenções inadequadas.

Já sabe né! Tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!

No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores.


Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.

Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!

#drgiulianomartins #onefisioterapia #dornascostas #dornoquadril #herniadedisco #epifisiolise #ciatico #artrose #dornojoelho #fibromialgia #dornoombro #pilatesribeiraopreto #quiropraxiaribeiraopreto #fisioterapiaribeiraopreto #pilatescuritiba #quiropraxiacuritiba #fisioterapiacuritiba

2 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate