OS MELHORES TRATAMENTOS PARA DOR NAS COSTAS QUE SEU MÉDICO NÃO FALA E NÃO PRESCREVE

Se você tem sentido que as visitas ao médico não estão ajudando muito com a sua dor nas costas, agora existem algumas pesquisas para apoiá-lo.

O jornal de saúde, The Lancet, publicou recentemente uma série de artigos que examinam como tratamos a dor nas costas, e a essência de suas descobertas é que a maioria de nós que vai ao médico para uma dor nas costas provavelmente está recebendo tratamento inadequado ou desnecessário.

De acordo com os pesquisadores, os erros mais comuns dos médicos incluem dependência excessiva de medicamentos, incluindo opioides, forçar o repouso e evitar atividades, enfatizar testes como raios-x e ressonâncias magnéticas muito rapidamente e depender muito de tratamentos invasivos como injeções e cirurgias.



Então, o que os médicos deveriam sugerir?

Os autores oferecem essas recomendações baseadas em evidências: mais educação sobre o controle da dor, retomada das atividades normais, fisioterapia, exercícios e “programas psicológicos para aqueles com sintomas persistentes. Embora a dor nas costas seja um problema físico - há inflamação e irritação dos tecidos que precisam ser tratadas - na verdade é melhor encarada como uma experiência , e pode abranger uma vasta gama de elementos, incluindo fatores emocionais e psicológicos.

Em qualquer dia, as reações emocionais geradas em relação à nossa dor, junto com os pensamentos, atitudes e julgamentos que surgem, contribuem de maneiras importantes para a nossa experiência de dor lombar.

A maneira como a dor corporal é processada em nosso cérebro está fortemente ligada aos mesmos circuitos que controlam os pensamentos e sentimentos.

Por exemplo, o início de uma dor lombar pode desencadear uma cascata de estresse, levando a sentimentos de medo, ansiedade, preocupação, irritabilidade ou depressão.

Altos níveis de sofrimento psicológico, juntamente com a catastrofização, em que só podemos ver o pior em uma situação, foram associados a uma chance maior de que a dor se tornasse contínua. Ignorar esses tipos de fatores só leva a mais sofrimento e resultados ruins.

Então, o que pode ser feito psicologicamente para ajudar a melhorar a situação?

Qualquer coisa que possa ajudar a melhorar sua perspectiva e difundir um sistema nervoso excessivamente agitado pode ser útil, mas existem algumas abordagens psicológicas específicas que vale a pena examinar:


Psicologia da dor - Várias sessões com um psicólogo ou terapeuta especializado em tratamento da dor podem ajudá-lo a aprender ferramentas e estratégias úteis. A terapia cognitivo-comportamental é uma forma bem estabelecida de psicoterapia que se concentra no reprocessamento de padrões de pensamento disfuncionais para diminuir o sofrimento emocional. Outra abordagem psicológica promissora usada no tratamento da dor é a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT), que promove a melhoria da flexibilidade psicológica como forma de superar os desafios de saúde.


Mindfulness - Mindfulness atua ativando as vias de relaxamento do cérebro como uma ferramenta para aliviar a dor e reduzir o estresse e a ansiedade. Alguns estudos mostraram que a prática da atenção plena pode melhorar a dor e o bem-estar de pacientes com doenças como a dor lombar crônica. A redução do estresse baseada na atenção plena (MBSR) é um programa estruturado de 8 semanas voltado para ensinar técnicas úteis baseadas na atenção, e esses cursos agora podem ser encontrados em muitas comunidades.


Relaxamento muscular progressivo - Os músculos que circundam e sustentam a coluna e a pelve freqüentemente ficam tensos como um mecanismo de proteção após uma lesão nas costas, mas quando a tensão continua e não diminui, pode causar mais dor e problemas de mobilidade. Aprender ferramentas e técnicas para relaxar esses grupos musculares superativados pode reduzir o desconforto e melhorar a função.


Programas multidisciplinares - Combinar tratamentos psicológicos e educação com exercícios e movimentos pode ser uma forma eficaz de tratar problemas nas costas. Na minha própria prática, oferecemos algo conhecido como programa de restauração funcional, que é um programa estruturado de 6 semanas, 6 horas / dia que combina aulas de psicologia com exercícios e outras modalidades. Uma abordagem mais abrangente tem a vantagem de trabalhar de forma coordenada todos os aspectos da experiência da dor.

Infelizmente, em muitas comunidades, esses tipos de tratamentos recomendados geralmente não estão disponíveis ou não são cobertos pelo seguro. Se você estiver tendo problemas para encontrar recursos locais, considere procurar um terapeuta on-line na telemedicina ou confira aplicativos voltados para treinamento de relaxamento e meditação. E não se esqueça de que o bem-estar emocional pode ser estimulado de muitas outras maneiras, incluindo exercícios, laços sociais, ouvir música, ioga, tai chi e simplesmente pegar mais ar fresco.


ATENÇÃO

Se você tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!


No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores.

Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.

Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!

#drgiulianomartins, #onefisioterapia, #crossfisio, #metodologiaone, #fibromialgia, #dornascostas, #herniadedisco, #dordecabeça, #ciatico, #pilates, #quiropraxia, #fisioterapia, #coluna, #dornojoelho, #dornoquadril, #dornoombro, #ribeiraopreto, #curitiba, #torcicolo, #dorcronica, #doraguda, #fisioterapiaesportiva, #cirurgiadecoluna, #dornopescoco, #quiropraxiaribeiraopreto, #fisioterapiaribeiraopreto, #pilatesribeiraopreto, #quiropraxiacuritiba, #fisioterapiacuritiba, #pilatescuritiba

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate