QUAIS OS PERIGOS DAS REDES SOCIAIS?

Nem tudo são flores quanto tratamos das redes sociais.

Por mais que elas sejam um excelente recurso para as empresas, também trazem perigos que podem ser prejudiciais tanto para marcas quanto para usuários comuns.

Eu mesmo já tive as minhas contas do Whatsapp e Facebook clonadas!


A internet e as redes sociais criaram um espaço infinito para a livre circulação de ideias e opiniões. A reboque, nesse território são instalados tribunais instantâneos que elevam ou enterram as reputações de celebridades e gente comum sem a menor piedade. Nesse meio é possível ter acesso aos mais brilhantes pensadores e conhecer gente bacana para, no clique seguinte, entrar na mira do pior dos criminosos ou ser vítima do mais insuspeito mau-caráter. Há notícias falsas, mentiras políticas, campanhas de ódio, constrangimentos públicos, agressões verbais, preconceitos, assédios, exposições de intimidade e até tentativa de homicídio usando os canais para aproximação com a vítima.



Entenda mais sobre eles, as consequências que podem causar e como se manter o mais longe possível desses problemas.


Vazamento de dados

Um dos principais problemas nas redes sociais nos últimos anos foi o vazamento de dados no Facebook.

A plataforma esteve sob investigação por ter permitido que informações de milhões de pessoas tivessem acesso indevido, o que gerou grande desconfiança sobre a rede social.

A partir disso, o debate sobre segurança de dados avançou no mundo todo.

Na Europa, a GDPR foi instituída, inspirando a LGPD (Lei geral de proteção de dados), no Brasil. É fundamental que usuários e empresas conheçam os riscos, mesmo com a legislação endurecendo as responsabilidades para as plataformas.


Disseminação de notícias falsas

As notícias falsas são um problema que podem estar em qualquer rede social.

O assunto ganhou notoriedade, graças a movimentos de disseminação de fake news em plataformas diversas durante o período eleitoral.

Geralmente, essas notícias têm a intenção de distorcer, mentir e, consequentemente, manchar a imagem de uma pessoa ou instituição.

Quanto às notícias falsas, todos estão sujeitos aos riscos, de pessoas comuns, passando por personalidades até empresas.

O maior cuidado deve ser em relação ao consumo desses conteúdos e, principalmente, o compartilhamento deles. Uma notícia falsa ignorada e não repassada tem menores chances de causar problemas.


Assédio virtual ou Cyberbullying

O cyberbullying é uma forma de violência que se propaga através das novas tecnologias. A mesma faz com que crianças e jovens utilizadores das redes sociais estejam cada vez mais expostos a este tipo de abuso.

O assédio consiste, basicamente, na reprodução de mensagens ou imagens cruéis, com a intenção de atacar alguém. A mesma por norma é partilhada e vista por diversas pessoas.

A vítima sofre com a rápida disseminação dos conteúdos, causando-lhe grande humilhação e sofrimento.


Happy slapping

O happy slapping é uma variação do cyberbullying. Essa forma de abuso ocorre quando uma ou várias pessoas agridem uma vítima, este ataque é gravado para de seguida ser compartilhado e transmitido nas redes sociais.

Numa era em que as crianças têm acesso, cada vez mais jovens, aos smartphones essa forma de assédio torna-se cada vez mais comum.


Grooming

Este é um dos maiores perigos das redes sociais, devido à facilidade com que se criam perfis falsos. O grooming refere-se a um adulto, que pode passar-se por um jovem ou criança, e tem a intenção de abusar ou explorar sexualmente a sua vítima.

O mesmo pode caracterizar-se por dois tipos de comportamento por parte do abusador. No primeiro, ele cria um vínculo de confiança com a vítima, e através de manipulação consegue convencê-la a enviar conteúdos, como fotos ou vídeos, de cunho sexual.

No segundo tipo, não cria vínculo de confiança com a vítima, porém tem acesso a materiais que expõem o jovem em situações sexuais, para assim chantageá-los.


Sextortion

Essa forma de abuso pode ser uma consequência do segundo tipo de grooming. Nele, o abusador faz chantagem com mensagens ameaçadoras, intimidando a vítima com o objetivo de continuar com os abusos.


Acesso a conteúdos inapropriados

Apesar de contar com medidas de segurança para impedir a partilha de conteúdos inapropriados, as redes sociais podem ser um ambiente negativo para crianças e jovens.

Isso porque, podem ser expostos a materiais que incitem a violência, apresentem conteúdo de natureza sexual, ou outros que prejudiquem o seu desenvolvimento saudável.


Espero que tenha gostado das dicas de hoje, e se você tem uma empresa, um escritório ou se você é um profissional da área da saúde e quer mais resultados nas redes sociais, quer melhorar a gestão do seu negócio, quer vender mais ou quer simplesmente aprender mais sobre Empreendedorismo, Gestão, Marketing Digital, Branding e Organização Pessoal, tanto aqui no meu blog quanto no meu instagram e no meu canal do YouTube eu posto todos os dias alguma dica bem bacana como essa que você acabou de ler.

Mas se você não encontrar o que deseja, pode me mandar uma mensagem clicando aqui que eu farei questão de produzir um texto e um vídeo bem bacana para te ajudar.

#giulianomartini #gestaoemsaude #gestaodenegocios #mentoriadenegocios #socialmedia #perfilestrategico #planejamentopessoal #mktdigital #business #midiassociais #redessociais #perigonainternet #sn10

1 visualização0 comentário