QUAIS OS PRINCIPAIS TIPOS DE REDES SOCIAIS

Redes sociais têm diferentes propostas, e é isso que faz delas tão interessantes. Há opções para todos os gostos de usuários e, consequentemente, para todos os segmentos de mercado.

Toda empresa pode se posicionar nessas plataformas, criar relacionamento com o público e oferecer conteúdo regularmente, basta saber qual é a rede social certa.


No Marketing Digital, redes sociais são canais importantes para atingir seu público-alvo. E, para identificar em quais sua audiência está e fazer bom uso delas, é interessante conhecer as mais populares, que têm maior número de usuários.


Há, basicamente, quatro tipos atualmente: relacionamento, entretenimento, network e de nicho.

A seguir, entenda melhor cada uma delas, qual o foco, quais redes compõem as categorias e como cada uma pode ser explorada.



Relacionamento

As redes sociais de relacionamento são aquelas focadas em criar um espaço para que pessoas se conectem, compartilhem experiências cotidianas e criem uma rede de amigos.

Esse é, talvez, o modelo mais tradicional de rede social e que, com o passar das gerações, sempre esteve presente.

Não há dúvidas de que o Facebook é o principal player da categoria.

Por lá, é possível adicionar amigos, fazer comentários nas publicações deles, conversar por meio de uma ferramenta de mensagens instantâneas, além de várias outras interações.


Entretenimento

Plataformas de entretenimento também são de grande interesse do público, afinal, todos querem passar um tempo descontraído e de lazer na internet.

Hoje, a rede social mais poderosa no entretenimento é o YouTube, plataforma de vídeos que a cada dia se torna mais completa.

Essas redes sociais são focadas na oferta de conteúdo de mídia, como vídeos, fotos, transmissões em streaming, entre outras possibilidades.

O Instagram é uma rede que pode ser considerada tanto de relacionamento quanto de entretenimento. Outro bom exemplo da categoria é a Twitch.


Relacionamento profissional

Redes de relacionamento profissional são focadas em criar um ambiente de apresentação, facilitando o networking, a captação de talentos e a busca por novas oportunidades de trabalho.

Esse é, basicamente, o papel do LinkedIn, a principal do segmento.

Para empresas, estar no LinkedIn é essencial, mas do ponto de vista corporativo.

Isso ajuda companhias a se posicionarem dentro do segmento, de modo que se tornem mais atrativas para talentos do mercado e para possíveis investidores do setor.


Nicho

As redes de nicho são, geralmente, de menor porte, com um foco bastante específico em um setor, seja profissional, seja social.

Elas têm temas bem definidos e, geralmente, só quem tem interesse pelo assunto tem uma conta ativa nessas redes sociais.

A Twitch, citada anteriormente, era uma rede de nicho, já que seu foco inicial era no streaming de games. No entanto, o serviço cresceu tanto que, hoje, há mais do que gamers presentes nela. Outros bons exemplos são:

1. Quora;

2. Yelp;

3. TripAdvisor;

4. Couch Surfing.


Espero que tenha gostado das dicas de hoje, e se você tem uma empresa, um escritório ou se você é um profissional da área da saúde e quer mais resultados nas redes sociais, quer melhorar a gestão do seu negócio, quer vender mais ou quer simplesmente aprender mais sobre Empreendedorismo, Gestão, Marketing Digital, Branding e Organização Pessoal, tanto aqui no meu blog quanto no meu instagram e no meu canal do YouTube eu posto todos os dias alguma dica bem bacana como essa que você acabou de ler.

Mas se você não encontrar o que deseja, pode me mandar uma mensagem clicando aqui que eu farei questão de produzir um texto e um vídeo bem bacana para te ajudar.


#giulianomartini #gestaoemsaude #gestaodenegocios #mentoriadenegocios #socialmedia #perfilestrategico #planejamentopessoal #mktdigital #business #midiassociais #redessociais #sn10