TENDINITE E TENDINOPATIA DE QUADRIL - COMO ACABAR COM A DOR?

Atualizado: Ago 29

No quadril, os tendões dos músculos glúteos (máximo, médio e mínimo) são os mais acometidos por tendinites e tendinopatias. A dor se localiza na região lateral do quadril (sobre o trocanter do fêmur) podendo irradiar pela face lateral da perna. O tendão do músculo ílio-psoas e dos músculos adutores também são regiões comumente acometidas por processo inflamatório e/ou degenerativo. Os atletas que praticam atividades físicas que envolvem o uso excessivo das pernas são os mais afetados por tendinites, é o caso de esportes como ciclismo, futebol e corrida. Idosos também podem ser acometidos pela doença, isso acontece em virtude do desgaste progressivo da articulação do quadril.


Causas

Tendinites e Tendinopatias do quadril podem ser causadas por cargas excessivas.

O aumento da carga de exercício de forma abrupta e o excesso de impacto do tendão contra proeminências ósseas são as causas das tendinites. Além disso, pacientes que apresentam algumas anormalidades biomecânicas como o “valgo dinâmico” podem potencializar a sobrecarga nestes tendões e acelerar o aparecimento das tendinites ou tendinopatias. Estas alterações podem acometer, principalmente, corredores de longa distância e aqueles que fazem muitas provas de intensidade alta, por exemplo, que incluem subidas. Entretanto, muitos pacientes sedentários com sobrepeso ou com disfunções biomecânicas podem apresentar este mesmo quadro clínico.


Sintomas

A dor normalmente ocorre perto da articulação, que aumenta com os movimentos e costuma piorar à noite. A espessura do tendão pode se apresentar aumentada. A condição dolorosa pode irradiar do quadril para a perna. O paciente pode sentir dificuldades para movimentar as pernas ou para caminhar, deitar e sentar sobre o lado afetado e também pode sentir cãibras (especialmente, após um longo período em repouso).



Diagnóstico e exames

O diagnóstico é feito por meio de um exame físico em que busca sinais de dor, sensibilidade e perda de função. O paciente poderá fazer um exame de ressonância nuclear magnética (RNM) ou ultra-som (USG) do quadril para que seja realizada avaliação do nível de comprometimento do tendão e indicar o melhor tratamento.


Tratamento

O tratamento das tendinites pode ser dividido em dois tempos: a etapa 1 de alívio da dor, inflamação e edema, utilizando-se de técnicas de Eletrotermofoterapia com laser, ultra-som e terapia combinada, além de liberação miofascial e terapia manual. E a etapa 2 visa a correção das prováveis disfunções biomecânicas por meio de exercícios de fortalecimento, flexibilidade, mobilização articular e treinamento sensório-motor. O tratamento conservador apresenta ótimos resultados, podendo resolver completamente o caso em algumas semanas.

Diferenças entre Bursite e Tendinite no Quadril

Ao sentir uma dor no quadril que impede os movimentos você fica na dúvida se está com tendinite ou bursite? Existe uma diferença entre essas duas doenças que acometem o quadril. A tendinite, por exemplo, é a inflamação nos tendões dos músculos glúteos. Geralmente, a dor está localizada na região lateral do quadril que pode irradiar para a face lateral da coxa. A tendinite é causada pelo aumento da carga de exercício e excesso de impacto do tendão contra proeminências ósseas. O diagnóstico da tendinite é feito por meio de exame físico que analisa a dor, sensibilidade e a perda da função. Além disso, o paciente faz exames como ressonância nuclear magnética e ultrassom. O tratamento pode ser dividido em etapas. A primeira consiste no alívio da dor, inflamação e edema utilizando técnicas com eletrotermofototerapia como laser, ultrassom e terapia combinada. A segunda etapa é feita por meio de exercícios de fortalecimento, flexibilidade, mobilização articular e treinamento sensório-motor.



E a Bursite?

A bursite consiste um processo inflamatório que ocorre em uma bolsa (bursa) que tem como função diminuir o atrito entre os tendões e ossos. Ao ocorrer no quadril a bursite pode acometer a bursa subtrocantérica – localizada lateralmente ao quadril, logo abaixo do trocânter maior ou isquiática. Apesar de a bursite ser também uma inflamação no quadril ela é provocada pela diminuição de flexibilidade, fraqueza muscular e disfunções biomecânicas. Quem tem bursite pode sentir dor na lateral do quadril. Exames como a ressonância magnética pode ser solicitado para verificar a inflamação. O tratamento pode ser feito com fisioterapia que visa diminuir a inflamação, aliviar a dor e diminuir o atrito sobre as bursas. Eletrotermofototerapia, terapia manual e correção biomecânica com exercícios de fortalecimento muscular e treinamento sensório-motor podem ser realizados pelo fisioterapeuta para recuperar o movimento no quadril.


Já sabe né!

Tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!


No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores de Coluna.


Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.

Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!


#drgiulianomartins #onefisioterapia #dornascostas #dornoquadril #herniadedisco #tendinite #ciatico #artrose #dornojoelho #fibromialgia #dornoombro #pilatesribeiraopreto #quiropraxiaribeiraopreto #fisioterapiaribeiraopreto #pilatescuritiba #quiropraxiacuritiba #fisioterapiacuritiba

63 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate