FLEXIBILIDADE - QUAL A SUA IMPORTÂNCIA PARA A COLUNA VERTEBRAL?

Atualizado: Mai 22

É importante considerar que os exercícios de alongamento e mobilidade são fundamentais para garantir uma distribuição equilibrada das forças musculares que atuam nas articulações, incluindo as pequenas articulações da coluna vertebral.


Para aumentar a mobilidade articular, a elasticidade muscular e minimizar possíveis riscos avaliados, o programa de exercícios deve incluir estímulos frequentes que possam ser reproduzidos mais de uma vez ao dia.



Abaixo algumas recomendações sobre o treinamento da flexibilidade para indivíduos com dor na coluna vertebral:

  1. Antes dos treinos aeróbios ou das práticas esportivas, deverão ser incluídos exercícios de mobilidade articular (movimentos progressivos buscando amplitudes importantes) que contribuirão para o aquecimento das estruturas músculoarticulares que serão solicitadas na atividade;

  2. O foco dos alongamentos que buscam o desenvolvimento da flexibilidade deverá ser nas estruturas que apresentaram maior déficit de flexibilidade na avaliação pré-participação (necessidade de auxílio profissional em algumas posturas).

  3. Após exercícios resistidos ou aeróbios, vale a pena incluir 1 ou 2 exercícios globais e de baixa intensidade, buscando essencialmente relaxamento muscular.

  4. Evitar alongamento dos isquiotibiais, através da flexão passiva do quadril em decúbito dorsal. Esta posição poderá estressar o nervo ciático produzindo dor e ocasionar espasmos na musculatura paravertebral.

  5. Em função do histórico de compressões nervosas na região lombar, os alongamentos deverão ser realizados com bastante cautela, visto que um alongamento neural intenso ou prolongado demais pode comprometer a função nervosa.

  6. Indivíduos com encurtamento muscular generalizado terão muita dificuldade de realizar sozinhos alongamentos das grandes cadeias musculares e dificilmente conseguirão manter a coluna vertebral em posição de segurança. A solução é dar preferência para alongamentos segmentados ou sugerir terapias mais individuais como RPG Souchard, Pilates ou sessões particulares de alongamento assistido.

  7. Os profissionais de Educação Física deverão educar seus alunos sobre técnicas de alongamento, estimulando a percepção corporal para que eles saibam e sintam quais as estruturas que estão sendo alongadas e quais são as posições de risco.

11 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate