COMO ALIVIAR A DOR E TRATAR A ENXAQUECA

Atualizado: Ago 29

Os sinais e sintomas da enxaqueca e a gravidade deles podem variar muito de pessoa para pessoa. A dor de cabeça latejante e que ocorre em um lado da cabeça é o sintoma mais comum, apesar de não ocorrer sempre desta forma. Mas muitas pessoas com enxaqueca também podem apresentar náuseas e/ou vômitos, sensibilidade à luz e ao som. Algumas pessoas podem ainda ter outros sintomas que podem parecer não estar associados com a enxaqueca, no entanto podem variar de acordo com o estágio da enxaqueca.



Conheça os sinais e sintomas da enxaqueca a cada estágio!

Tenha em mente que nem todos os pacientes passam necessariamente por todas essas fases e, ainda, que elas podem variar entre as crises na mesma pessoa.


Estágio pródromo (algumas horas ou dias antes do início da dor): você pode notar mudanças sutis que sugerem o aparecimento futuro de uma enxaqueca. Entre os sintomas mais comuns estão a constipação, mudanças de humor, desejos por comida, dor no pescoço, bocejo frequente, aumento da sede e da vontade de urinar, entre outros.

Estágio aura: neste estágio os sintomas da enxaqueca podem incluir hipersensibilidade ao toque, dificuldades com a fala, distúrbios visuais como flashes de luz ou visão borrada, sentir paralisia ou ter sensações de formigamento, etc. Cada um desses sintomas geralmente começa gradualmente e dura aproximadamente de 20 minutos a uma hora.

Estágio de dor: a dor de cabeça durante este estágio é unilateral, latejante e que pode durar por quatro ou mais horas. Os outros sintomas incluem as náuseas, vômitos e sensibilidade à luz e aos sons.

Estágio pós-dromo: nesta fase final da enxaqueca você pode sentir-se cansado, com alterações no humor e incapacidade de concentração.



CEFALEIA OU ENXAQUECA: ENTENDA A DIFERENÇA

O que você tem? Cefaleia ou enxaqueca? A cefaleia é o termo técnico para dor de cabeça. Já a enxaqueca, que também é chamada de migrânea, é um dos tipos de cefaleia. Entender as características dos mais comuns e saber descrevê-las ajuda o seu médico a prescrever o melhor tratamento.

Cefaleia tensional – provoca dores que dão a sensação de cabeça pesada, apertada ou pressionada. Geralmente é uma dor fraca ou moderada, não impede você de fazer suas atividades do dia a dia e não causa outros sintomas. As causas podem ser estresse, ansiedade e depressão e o tratamento geralmente é feito com medicamentos e Fisioterapia.


Cefaleia em salvas – é menos frequente e tem como sinal uma dor intensa, que aparece a noite, de um lado só ou em torno dos olhos. Pode durar poucos minutos ou horas. Algumas pessoas podem ficar com os olhos avermelhados e lacrimejando, congestão nasal e a pálpebra caída do lado que tem a dor. As causas podem ser problemas na região do cérebro conhecia como hipotálamo, responsável pelo controle da temperatura, hormônios e sono. O tratamento preventivo é feito com medicamentos, dependendo do tipo de crise que você tem.


Enxaqueca - é uma dor de cabeça crônica, que geralmente começa com uma dor latejante em um dos lados, que aumenta aos poucos. Além da dor, você pode sentir fotofobia (aversão a luz) e fonofobia (aversão ao som). Em alguns casos, ficar com a visão turva ou enxergar pontos luminosos pode indicar uma crise, que pode provocar náuseas e vômitos.

Muitas vezes a enxaqueca é causada por alterações hormonais, fazer refeições fora do horário normal, tomar muito café ou praticar muita atividade física. Mas para algumas pessoas, alguns tipos de alimentos, como queijos, chocolate, frutas cítricas, adoçante, alimentos gelados ou gordurosos podem causar crises de enxaqueca.

Como a enxaqueca tem um tempo de duração definido, entre quatro horas a três dias, geralmente o tratamento se resume a controlar os sintomas. Mas, quando se conhece o que desencadeia as crises, existe um controle maior e enxaquecas são prevenidas com medicamentos.

Ao invés de se automedicar ou diagnosticar, procure um médico! Até porque, muitas doenças têm a cefaleia como sintoma. E o melhor a se fazer é procurar orientação para descobrir se é só uma dor de cabeça mesmo ou se ela pode ser o sinal de outra condição de saúde.


TRATAMENTO

O tratamento para enxaqueca normalmente tem como objetivo aliviar a dor de cabeça intensa e constante, sendo recomendado que a pessoa fique em repouso em um quarto escuro e silencioso para que possa relaxar e a dor aliviar.

A enxaqueca também pode ser tratada com o uso de medicamentos, chás, infusões e até mesmo por meio de tratamentos alternativos, como a acupuntura, fisioterapia, homeopatia e meditação, por exemplo.



Como é feito o tratamento

Para aliviar a enxaqueca, é importante que a pessoa fique em repouso, em um ambiente silencioso e em que possa relaxar. No entanto, podem ainda ser adotadas algumas opções terapêuticas que ajudam a aliviar as dores da enxaqueca, como por exemplo:


1. Tratamento natural

O tratamento natural para enxaqueca pode ser feito com o consumo de chás de plantas medicinais, como artemísia (Tanacetum parthenium L.), e extratos das folhas de ginkgo biloba. Mas para que este tipo de tratamento tenha o efeito esperado deve-se consumir o chá diariamente e respeitar todas as orientações do fitoterapeuta para que os sintomas sejam aliviados.


2. Acupuntura

A acupuntura também é uma ótima aliada no tratamento para enxaquecas, pois não possui efeitos secundários como os tratamentos convencionais à base de anti-inflamatórios e analgésicos.

Na acupuntura o corpo é visto como um todo e cabe ao terapeuta descobrir quais são os bloqueios energéticos que estão originando esta enxaqueca. Muitas vezes o problema está na cervical e no fígado e, por isso, estas zonas deverão ser tratadas ao mesmo tempo.


3. Técnicas de relaxamento

A enxaqueca, dentre outras causas, pode acontecer devido ao estresse do dia a dia, assim, técnicas de relaxamento, como a meditação, por exemplo, são ótimas para aliviar a dor de cabeça característica da enxaqueca, além de proporcionar outros benefícios.


4. Homeopatia

A homeopatia é um tipo de tratamento alternativo que consiste no uso de substâncias que provocam os sintomas para tratar ou aliviar a condição apresentada pela pessoa, seguindo o princípio de que "semelhante cura semelhante".

Os medicamentos homeopáticos devem ser sempre utilizados para complementar o tratamento recomendado pelo médico.


5. Fisioterapia

O tratamento fisioterápico tem como objetivo interromper o ciclo de ativação do impulso neuromuscular que leva a dor e espasmos muscular local, através de eletrotermofototerapia (TENS, terapia combinada, ultrassom, laserterapia), acupuntura (local e sistêmica), estabilização segmentar cervical, controle motor da região escapulo torácica e cintura escapular, trabalho postural global, exercícios terapêuticos local e global.

É necessário minimizar as causas e consequências que geram incapacidade das atividades de vida diária e físico funcional, tais como: trabalho, atividades domiciliar, relações interpessoais, sono, atividades física, sociabilidade, desempenho geral.

O tratamento consiste em diminuir o ciclo da dor e suas complicações associadas (ansiedade, depressão, estresse, distúrbios visuais, tontura, vômitos, alterações gastrointestinais, alterações musculoesquelética e posturais, entre outras).

O protocolo varia de acordo com a intensidade e frequência da enxaqueca e também ao tratamento clinico e medicamentoso proposto.

As condutas terapêuticas utilizadas são: tração cervical, eletroterapia analgésica (TENS), terapia Manual, exercícios terapêuticos, técnicas posturais e controle motor.


OBJETIVOS DA FISIOTERAPIA NAS DORES DE CABEÇA:

– Reduzir a frequência e intensidade da dor;

– Identificar disfunções musculoesquelética que contribuem para o ciclo da dor;

– Ajudar a melhorar a gestão da dor no dia-dia;

– Desenvolver e Personalizar um programa de exercícios;

– Melhorar a tolerância para Atividades de vida Diária, trabalho e domiciliar;


Já sabe né!

Tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores.

Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso!

Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler!

Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!


No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores de Coluna.


Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.

Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!


#drgiulianomartins #onefisioterapia #dornascostas #dornoquadril #herniadedisco #cefaleia #dordecabeca #enxaqueca #ciatico #artrose #dornojoelho #fibromialgia #dornoombro #pilatesribeiraopreto #quiropraxiaribeiraopreto #fisioterapiaribeiraopreto #pilatescuritiba #quiropraxiacuritiba #fisioterapiacuritiba

28 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate