É SEGURO TOMAR A VACINA DA COVID E DA GRIPE JUNTAS?

Bom pessoal, esse é um tema que também gera muita polêmica. Ainda não se conhece qual os efeitos de tomar a vacina da COVID e da gripe juntas, por esse motivo é recomendado que entre cada vacina seja respeitado o período mínimo de 15 dias.


O Ministério da Saúde do Brasil também recomenda que seja dada prioridade para a vacinação contra a COVID-19, caso os grupos prioritários sejam chamados para fazer ambas as vacinações no mesmo período. Assim, deve ser feita primeiro a vacina contra a COVID-19 e só depois a vacina da gripe.



No caso de vacinas contra a COVID-19 que precisam de 2 doses administradas com menos de 1 mês de intervalo, como acontece com a vacina da Pfizer ou com a Coronavac, deve-se primeiro fazer as duas doses dessa vacina e só depois receber a vacina da gripe, respeitando o intervalo de 2 semanas desde a 2ª dose.


Já as vacinas que precisam de um intervalo maior entre as doses, como é o caso da vacina da AstraZeneca, a vacina da gripe pode ser administrada entre as 2 doses, desde que seja respeitado o período de 2 semanas a partir da 1ª dose da vacina para a COVID-19.


QUANTAS DOSES DA VACINA DE COVID SÃO NECESSÁRIAS?

O número de doses necessárias para garantir a maior proteção contra o novo coronavírus varia de acordo com a vacina sendo utilizada:

  • Coronavac: 2 doses, com intervalo de 2 a 4 semanas;

  • Pfizer: 2 doses, com intervalo de 21 dias;

  • Moderna: 2 doses, com intervalo de 28 dias;

  • AstraZeneca: 2 doses, com intervalo de 12 semanas;

  • Johnson & Johnson: 1 dose única.

Nas vacinas que precisam de duas aplicações, a OMS recomenda que ambas as doses sejam do mesmo laboratório, não existindo, para já, benefício reconhecido no uso de doses de vacinas diferentes.


Como funcionam as vacinas da COVID-19?

Bom, as vacinas contra a COVID-19 têm sido desenvolvidas com base em 3 tipos de tecnologia:


A primeira é a Tecnologia genética do RNA mensageiro (Pfizer e Moderna): é uma tecnologia mais utilizada na produção de vacinas para animais e que faz com que as células saudáveis do corpo produzam a mesma proteína que o coronavírus utiliza para entrar nas células. Ao fazer isso, o sistema imune é obrigado a produzir anticorpos que, durante uma infecção, podem neutralizar a proteína do verdadeiro coronavírus e impedir o desenvolvimento da infecção;


A segunda é o uso de adenovírus modificados (que são as vacinas da Astrazeneca, a russa Sputnik V e a da jonhson e johnson): ela consiste em utilizar adenovírus, que são inofensivos para o corpo humano, e modificá-los geneticamente para que atuem de forma parecida com o coronavírus, mas sem risco para a saúde. Isso faz com que o sistema imunológico treine e produza anticorpos capazes de eliminar o vírus caso aconteça uma infecção;


Por fim temos a CORONAVAC que faz o Uso do coronavírus inativado: nela é utilizada uma forma inativada do novo coronavírus que não provoca a infecção, nem problemas para a saúde, mas que permite ao corpo produzir os anticorpos necessários para combater o vírus.


Todas estas formas de funcionamento são eficazes e já funcionam na produção de vacinas para outras doenças também.


Agora uma coisa muito importante gente. Nós ainda estamos no meio de uma pandemia e não podemos nos dar ao luxo nesse momento de querer escolher vacina. O risco de uma pessoa ter coronavírus e ter complicação, comparado com o risco de tomar a vacina, acaba sendo um comportamento tolo.

Por isso eu reforço, tenha medo de ter Covid (ele sim pode te matar) e não dos efeitos colaterais da vacina que só vão te fazer bem.


Bom, não se esqueça que, aqui no meu Blog, tenho muitos outros artigos sobre vacinas, Covid e também muita informação sobre tratamentos, dicas e patologias de Coluna, Ombros, Joelhos e Quadril. Então já aproveita pra e já compartilhe este artigo com um amigo ou parente, pode ser?


Ahhh, mais uma coisa!


Está sofrendo com alguma dor no corpo?

Então, nada de se automedicar. Você precisa descobrir a CAUSA da dor e depois realizar o tratamento correto.

Por isso, comece pelo início.


Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.


Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.


Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nossa equipe e nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!


#drgiulianomartins #onefisioterapia #dornascostas #herniadedisco #ciatico #artrose #fibromialgia #pilates #quiropraxia #fisioterapia #crossfisio #metodologiaone #vacina #astrazeneca #covid #coronavac

2 visualizações0 comentário