ARTROSE DE OMBRO: SINTOMAS, TRATAMENTOS E COMO EVITAR

Atualizado: Out 25

A artropatia do manguito rotador é um tipo de artrose do ombro que foi gerada pela lesão crônica dos tendões do manguito rotador. Ou seja, para que ela ocorra é necessário que exista uma lesão crônica e extensa dos tendões do manguito rotador. Em geral a artropatia ocorre nos pacientes acima de 70 anos de idade, com lesões antigas dos tendões do manguito rotador.

A artrose no ombro é o quadro clínico provocado pelo desgaste da cartilagem da articulação do ombro. O termo osteoartrose do ombro, refere-se ao desgaste da glenoumeral, mas a articulação acromioclavicular também pode ser afetada por desgaste e, assim, também ser sede de artrose.



Por que uma lesão dos tendões do manguito rotador pode gerar a artropatia do ombro?

Para entender porque a lesão dos tendões do manguito rotador pode gerar uma artrose é importante que se entenda a função dos tendões.

Sucintamente, os tendões do manguito agem para impedir que a cabeça do úmero suba e sofra um atrito com o "teto" do ombro durante a movimentação do braço para cima (elevação ou abdução do ombro).

Quando há uma lesão grande desses tendões, a cabeça do úmero, que é uma cartilagem lisa e deslizante sofrerá um atrito anormal, predispondo esse ombro a desenvolver a artropatia/artrose.

Como evitar a artropatia do manguito rotador?

Nem todos os pacientes com lesão extensa dos tendões desenvolvem a artropatia do manguito rotador. Existem particularidades da anatomia e fatores metabólicos, ainda não muito bem compreendidos, que favorecem o desenvolvimento da artropatia.

O único método conhecido para se evitar essa doença é o tratamento adequado das lesões dos tendões do manguito rotador.

Evitar que uma lesão dos tendões se torne extensa pode diminuir o risco da artropatia, mas não pode garantir que ela não ocorra. Isso porque existem diversos fatores que influenciam a cicatrização dos tendões com sua reparação cirúrgica.

O tamanho da lesão e o seu grau de degeneração são os fatores mais importantes para o sucesso dessa cicatrização dos tendões.

Por outro lado, mesmo uma cicatrização parcial dos tendões pode impedir o atrito da cabeça do úmero com o acrômio (o "teto" do ombro), diminuindo as chances da artropatia.

Qual é o tratamento da artropatia do manguito rotador?

O tratamento deve ser individualizado de acordo com os sintomas do paciente e a Fisioterapia é o recurso principal durante toda a reabilitação. Alguns pacientes conseguem se adaptar a artropatia, apresentando uma função razoável do ombro com pouca dor. Outros pacientes apresentam uma limitação quase completa dos movimentos, conhecida como "pseudoparalisia do ombro".

Nos pacientes com boa função, o tratamento é sintomático, com medicações e eventualmente infiltrações para o alívio da dor.

Eventualmente, cirurgias mais simples, realizadas através da artroscopia, podem permitir alguma melhora da dor.

Nos pacientes com limitação importante dos movimentos associado à "pseudoparalisia" do ombro, existe a opção de tratamento cirúrgico com prótese de ombro. Nesses casos não se deve realizar a prótese tradicional pois esse tipo de prótese necessita da integridade dos tendões do manguito rotador. Existe um tipo específico de prótese para a artropatia do manguito, conhecida como prótese reversa.

Causas da Artrose no Ombro

As causas de artrose do ombro são variadas, mas semelhantes às que ocorrem em outras articulações do corpo humano.

É classificada como primária ou essencial quando resulta de alterações degenerativas associadas com a idade.

A artrose do ombro pode também ser secundária a outras patologias como roturas da coifa, lesões traumáticas (fraturas da cabeça umeral ou da glenóide, luxação e instabilidades da glenoumeral), patologia reumatica, necroses da cabeça umeral, entre outras.


Diagnóstico da Artrose no Ombro

O diagnóstico desta afeção ortopédica faz-se pela clínica (queixas do doente e exame físico efetuado pelo médico) e confirma-se pela realização de exames auxiliares de diagnóstico como o Raio X (RX) em incidências específicas para o ombro, Tomografia Axial computorizada (TAC) e Ressonância Magnética (RM).


Sintomas da Artrose no Ombro

A artrose no ombro origina os seguintes sintomas:

  • Dor no ombro de carácter mecânico, isto é, que agrava com os movimentos e alivia com o repouso;

  • Crepitação e rigidez articular com diminuição da amplitude de movimentos;

  • Diminuição da força muscular e impotência funcional com atrofia muscular da cintura escapular.

A artrose acromioclavicular origina sintomas que se situam na região superior do ombro, com dor à compressão local ou à adução do braço em antepulsão. É, por vezes, visível em casos de artrose hipertrófica, uma tumefação nesta zona devido à presença de edema e osteófitos.

Embora a artrose essencial ou primária seja resultante de alterações degenerativas, habitualmente associadas com o processo de envelhecimento, estas alterações podem ser agravadas pelo desempenho de atividades laborais de repetição com cargas pesadas; prática de desportos de contacto ou outros que envolvam levantamento de pesos (ex: halterofilismo; musculação; etc).


Tratamento da Artrose no Ombro

Na artrose no ombro, o tratamento passa pelo tratamento conservador com recurso a medicação analgésica e anti-inflamatória e, associadamente, Fisioterapia à articulação afetada. Se este tratamento para artrose no ombro não for suficiente para o controle da doença, então poder ser necessário fazer cirurgia.


Exercícios indicados

A evolução da artrose no ombro poderá ser evitada com o recurso a exercícios específicos para o alongamento das estruturas envolventes da articulação, assim como reforço dos músculos do manguito rotador.

Se efetuar regularmente este tipo de exercícios, a função articular é mantida por mais anos e preservada a qualidade de vida do paciente.


Fisioterapia

Uma das formas de tratar a artrose no ombro é com recurso da fisioterapia. Esta deverá ser individualizada em função da idade do doente, grau de evolução da doença e nível de atividade e profissão que desempenha.

A artrose do ombro condiciona, por vezes, um quadro álgico importante assim como limitação funcional pelo que, o tratamento fisioterapêutico se deverá centrar nestas duas vertentes: o controle da dor através de aplicação de gelo e outros meios físicos disponíveis em clínicas especializadas, e a melhoria da amplitude articular e força muscular com a execução dos exercícios acima referidos.

Só após avaliação é que o protocolo de Fisioterapia (além da frequência, duração e intensidade das sessões) será definido e posteriormente aplicado pelo seu Fisioterapeuta de ombro.


ATENÇÃO Se você tem dor, NÃO se auto-medique sem saber a causa das suas dores. Não existe medicamento mágico, pomada, massagem, técnica revolucionária, exercício único! Esqueça isso! Não existe receita de bolo, ou seja, cada paciente precisa de um tratamento específico para seu caso e por isso uma avaliação é fundamental!

Outra coisa, você pode até fazer um exame, mas não acredite em tudo que vai ler! Leve este exame a um bom profissional que saiba ler e interpretar bem o laudo, mas faça PRINCIPALMENTE uma boa Avaliação Física utilizando testes Ortopédicos e Neurológicos com embasamento Científico! Só assim você vai tratar o que de fato te causa dor!


No passado as pessoas eram obrigadas a sofrer, pois estas patologias não tinham cura e nem TRATAMENTO. Mas as pesquisas e estudos avançaram e HOJE a Fisioterapia já está conseguindo ajudar a ELIMINAR as dores. Aqui na clinica (ONE FISIOTERAPIA), realizamos esse processo e estamos colhendo muitos DEPOIMENTOS de pacientes que estão ficando cada vez mais satisfeitos com os resultados.

Clique AQUI para ver os depoimentos.


Está sofrendo com dor?

Então, comece pelo início.

Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia.

É importante saber sua formação e suas qualificações. Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.

Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.


Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!

#drgiulianomartins, #onefisioterapia, #crossfisio, #metodologiaone, #fibromialgia, #pilates, #quiropraxia, #fisioterapia, #dornoombro, #ribeiraopreto, #curitiba, #artrosedeombro, #dorcronica, #doraguda, #fisioterapiaesportiva, #tendinite, #quiropraxiaribeiraopreto, #fisioterapiaribeiraopreto, #pilatesribeiraopreto, #quiropraxiacuritiba, #fisioterapiacuritiba, #pilatescuritiba, #manguitorotador, #lesaodeombro

158 visualizações

CONTATO

Ribeirão Preto

Rua José Jaime Delibo, 160
CEP 14026-563 - Jardim Nova Aliança

Ribeirão Preto/SP

Curitiba

Av. Silva Jardim, 3161
CEP 80240-021 - Bairro Água Verde - Curitiba/PR

Qual unidade gostaria de falar ?

© 2020 por ONE Fisioterapia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Onegate