COMO ALIVIAR AS REAÇÕES MAIS COMUNS DAS VACINAS DO COVID?

Febre, dor de cabeça, inchaço ou vermelhidão no local são os efeitos colaterais mais comuns após tomar uma vacina, seja da gripe, da COVID-19 ou qualquer outra que faça parte do calendário de vacinação.

Normalmente, os efeitos surgem em até 48 horas após a vacinação.


Na maioria dos casos, os sintomas não são graves e passam entre 3 a 7 dias com alguns cuidados em casa e sem ser necessário voltar ao médico. No entanto, se a reação continuar piorando ou se existir muito desconforto, deve-se sempre fazer uma avaliação num posto de saúde ou hospital.

Por isso, resolvi fazer esse artigo pra te passar como aliviar estas reações de maneira simples.



1. Casos de Vermelhidão, inchaço e dor no local

Após a aplicação da vacina, a região do braço pode ficar vermelha, inchada e dura, causando dor ao mexer ou tocar. Estes sintomas são comuns e geralmente não são motivo para preocupação, mesmo que causem um pouco de desconforto e limitem os movimentos durante alguns dias.


E o que fazer para aliviar?

É indicado aplicar gelo no local da vacina durante 15 minutos, 3 vezes por dia até que os sintomas desapareçam. O gelo deve estar coberto com um pano de algodão, para não queimar a pele.


2. Casos de Febre ou dor de cabeça

Após a aplicação da vacina pode surgir febre baixa, durante 2 ou 3 dias. Além disso, nestes casos também é comum surgir dor de cabeça, especialmente no dia em que a vacina foi administrada.


O que fazer: podem ser tomados remédios antitérmicos e analgésicos prescritos pelo médico, como paracetamol, que ajudam no alivio da febre e da dor. Estes remédios podem ser prescritos na forma de xarope, gotas ou comprimidos, devendo as doses recomendadas ser indicadas sempre por um médico. Evite se auto medicar!


3. Casos de Mal estar geral e cansaço

Depois da aplicação de uma vacina é normal sentir mal-estar, cansaço e sonolência, além de também serem comuns alterações gastrointestinais como enjoos, diarreia ou falta de apetite.

No caso de bebês ou crianças, estes sintomas podem ser manifestados através de choro constante, irritabilidade e falta de vontade para brincar, podendo o bebê ficar também sonolento e sem apetite.


O que fazer: é aconselhado comer alimentos leves ao longo do dia, como sopa de legumes ou frutas, por exemplo, bebendo sempre muita água para garantir a hidratação. No caso do bebê, deve-se optar por dar pequenas quantidades de leite ou papas para evitar a indisposição. O sono também ajuda a recuperar mais rapidamente, sendo, por isso, indicado descansar bastante durante os 3 dias depois de tomar a vacina.


Agora uma dúvida muito comum de quem já tomou a vacina e teve alguns efeitos colaterais. Quando ir ao médico?

Bom, quando a febre dura mais de 3 dias ou quando a dor e vermelhidão no local não passa ao final de cerca de uma semana, é recomendado consultar o médico, pois podem existir outras causas para os sintomas manifestados, que podem necessitar de tratamento adequado.


Além disso, quando a criança não consegue comer bem depois de 3 dias, também é indicado consultar o pediatra, que irá avaliar quais as razões para a falta de apetite.


Nos casos mais graves, os efeitos colaterais causados pela vacina podem incluir dificuldade para respirar, inchaço do rosto, coceira intensa ou sensação de bolo na garganta, sendo indicado assistência médica imediata. Estes sintomas são muitas vezes causados por uma alergia grave a algum dos componentes da vacina.


Importante lembrar também que os efeitos colaterais relatados pelas pessoas que tomaram a vacina da AstraZeneca estão previstos na bula do medicamento e costumam passar em poucos dias.

As reações adversas costumam ser mais leves e menos frequentes entre pessoas com mais de 65 anos.


Vale lembrar que reações adversas são comuns em qualquer tipo de vacina. Especialistas destacam que, apesar de serem desagradáveis os sintomas, os benefícios da vacina são superiores ao mal-estar momentâneo que o imunizante pode causar.


Veja a seguir os efeitos colaterais mais comuns associados à vacina AstraZeneca, que foram detectados na fase 3 dos testes.


Efeitos colaterais

1- Sensibilidade no local da injeção (relatada por mais de 60% dos voluntários);

2- Dor no local da injeção, dor de cabeça e fadiga (relatadas por mais de 50% dos voluntários);

3- Dor no corpo e mal-estar (relatadas por mais de 40% dos voluntários);

4- Febre e calafrios (relatados por mais de 30% dos voluntários);

5- Dor nas articulações e náusea (relatadas por mais de 20% dos voluntários).

6- A maioria das reações adversas foi de intensidade leve a moderada e normalmente resolvida poucos dias após a vacinação. As reações adversas foram mais frequentes após a primeira dose da vacina.


Agora uma coisa muito importante gente. Nós ainda estamos no meio de uma pandemia e não podemos nos dar ao luxo nesse momento de querer escolher vacina.

O risco de uma pessoa ter coronavírus e ter complicação, comparado com o risco de tomar a vacina, acaba sendo um comportamento tolo.


Por isso eu reforço, tenha medo de ter Covid (ele sim pode te matar) e não dos efeitos colaterais da vacina que só vão te fazer bem.


Os efeitos colaterais da vacina AstraZeneca acontecem sim, mas eles não impactam na proteção contra a Covid-19.

Não faz sentido achar que o efeito colateral da vacina atrapalha eficácia dela. E o contrário também: tomei a vacina e estou tendo febre, dor e desconforto, ou seja, quer dizer que a vacina está atuando e meu sistema imunológico está trabalhando. Ambos não fazem sentido. Sempre que se coloca algo que não faz parte do seu corpo é natural vir uma resposta e isso pode vir com algum desconforto."


"A vacina pode provocar efeito colateral porque se está colocando elemento externo, estranho ao corpo, no organismo. E ela não é a doença, na verdade, é como se fosse uma 'fantasia' da doença que é capaz de iludir o nosso sistema imunológico a produzir anticorpos contra a doença propriamente dita."


Bom, não se esqueça que, aqui no meu Blog, tenho muitos outros artigos sobre vacinas, Covid e também muita informação sobre tratamentos, dicas e patologias de Coluna, Ombros, Joelhos e Quadril. Então já aproveita pra e já compartilhe este artigo com um amigo ou parente, pode ser?


Ahhh, mais uma coisa!


Está sofrendo com alguma dor no corpo?

Então, nada de se automedicar. Você precisa descobrir a CAUSA da dor e depois realizar o tratamento correto.

Por isso, comece pelo início.


Primeiro você precisa de um profissional totalmente comprometido com a metodologia. É importante saber sua formação e suas qualificações.

Faça uma visita ao Instituto escolhido para ver como se sente, se gosta do ambiente.

Você precisa se sentir à vontade, pois a sessão do Tratamento tem a ver não só com o bem-estar físico, mas também mental.


Marque também um Tele-atendimento. É a melhor forma de ter um primeiro contato com a técnica e o Especialista que irá lhe atender e mostrar seus exames, contar um pouco da sua história, das suas queixas, dos tratamentos que já realizou e não obteve sucesso e tirar TODAS as suas dúvidas.


Que tal agendar um Tele atendimento GRATUITO e conhecer melhor nossa equipe e nosso método?

Acesse nosso site clicando aqui e agende AGORA seu atendimento!


#drgiulianomartins #onefisioterapia #dornascostas #herniadedisco #ciatico #artrose #fibromialgia #pilates #quiropraxia #fisioterapia #crossfisio #metodologiaone #vacina #astrazeneca #covid #coronavac

3 visualizações0 comentário